Se tivéssemos consciência de que estamos em transformação, de que tudo é passageiro e pode acabar em alguns minutos - ou anos, ou décadas que seja -, não suportaríamos a pressão, não haveria espaço emocional para viver com certa normalidade.
(Ou, na ambiguidade que nos caracteriza, daríamos mais valor do que temos?)
Lya Luft (via oxigenio-dapalavra)
littlebunnysunshine:

http://www.micheledelcampostudio.com
Rainy Night by Michele Del Campo

littlebunnysunshine:

http://www.micheledelcampostudio.com

Rainy Night by Michele Del Campo

Nossa vida é uma mistura de riso e choro.
Ariano Suassuna (via oxigenio-dapalavra)
tu es toujours mon favori

não vou dizer que já não dói,
e que a despedida me fez esquecer.
sinto sua falta e queria muito te ver.
mas para ser sincera,
amor não é o que se vê na tevê. 

Eu acharia um porre se não fosse você que ia e voltava três vezes na semana

(Eu odeio ler textos de amor, mas os teus eram os meus prediletos)
Eu acharia um porre se não fosse você que me mandava ficar na varanda todo fim de tarde
(Eu odeio você ser tão gigante psicologicamente)
Eu acharia toda a minha vida um porre se não levasse em mim um pouquinho de ti, todos os dias, mesmo depois de tanto tempo.

ruass

ivvvoo:

Untitled by Monica Galvan

ivvvoo:

Untitled by Monica Galvan

Amar em versos é brega

Falar de amor é brega,
piegas,
eu sei.
Mas do que vive o poeta
senão de belas frases?

Amores fracassados,
conto alguns milhares.
Mas, talvez, um dia
possa ver o sol poente
deitado no teu colo quente.

Amando-te assim
para sempre.

Estou cultivando saudades, amor. Saudades confusas que se escondem no breu do meu quarto. Eu tenho aqui aquele poema do Drummond, páginas de um livro, arte de artistas que também sentiram saudades. Mas eles não me causam esse efeito ardente, você sabe o que causa? Eu nunca olhei o teu olhar a fundo, me desculpa. A distância agora já não permite mais nada, amor. Ainda te guardo em uma saudade dentro de casa, não te esqueço, e mesmo se eu quisesse aquele desenho me lembraria você. Aquele olhar realista que eu nunca prestei atenção, mas que agora presto, atenção e saudade. Nesses teus traços abstratos que eu sempre amei. Quase que eu escuto a tua voz, e o teu sotaque paranaense explicando que é preciso ter paciência, que talvez eu conseguisse desenhar assim um dia. Discordo! Arte é questão de talento, e talento é questão de alma. E a minha alma já está escrita. Abstrata sim, mas diferente da tua. Amor, eu cultivo saudades. E não sou capaz de guardar rancor de você. Eu hoje lembrei. Eu hoje olhei dentro dos meus próprios olhos que estão desenhados na parede. Esqueci, deixa entrelinhado.
Thais. (via oxigenio-dapalavra)
Penso em ficar só, mas minha natureza pede diálogo e afeto.
Lya Luft (via oxigenio-dapalavra)
Seja aquilo que vejo »

Você me pediu para lhe escrever uma poesia,
Mas seu olhar já era verso e me perco no abstrato
Porque escrever também é fazer uma profecia,
Escrita no corpo, na boca e no tato
Seu sorriso de menina por si só já existia,
Para te fazer esquecer todo o peso do mundo
Que lhe confesso, também levo o…

disminucion:

Up in Tiger's Nest, Rachael Hyde

disminucion:

Up in Tiger's Nest, Rachael Hyde

ivvvoo:

Statue by Grace Gockel | Follow on Tumblr

ivvvoo:

Statue by Grace Gockel | Follow on Tumblr

palavra muda

se você tem foco
nunca faltará palavras
talvez falte coragem
falo isso em causa própria
minha auto-critica me cala